A história da música

A música é a arte sonora, a arte que nem sempre é sentida, mas que causa efeitos sobre o corpo humano. Não importa se com ou sem ritmo, sentimos e reagimos conforme a nota.

Não existem registros precisos que tracem ao certo, o período exato, em que a música surgiu na humanidade. Sabe-se apenas, que algumas obras de arte na antiguidade já retratavam pessoas fazendo música com o auxílio de instrumentos. Ao longo do tempo, alguns hábitos descrevem como a arte de fazer música começou a surgir em determinadas regiões do planeta. No Egito os relatos remetem ao ano 4 mil a.C que registram o fato das pessoas baterem com bastões de metal em discos de madeira e embalados pelo som emitido através dessa batida, que eles cantavam em festas.

Nos templos sagrados, os sacerdotes já tinham por hábito treinar coros para as festividades religiosas e na corte, as pessoas cantavam embaladas pelo som da harpa e alguns instrumentos de sopro e percussão. Na palestina o relato histórico da existência da música está na Bíblia Sagrada, que menciona no livro de Salmos instrumentos como a harpa e o canto, chamado de louvor. Na China a música tinha o poder de dar ordens ao universo e era cercada de magia. Os chineses também utilizavam a cítara, um tipo de lira, flautas e instrumentos de percussão, para fazer sons. Já na Índia os relatos remontam ao século XIII a.C, época em que o povo acreditava que a música estava diretamente ligada ao processo fundamental da vida humana. E, por volta do século IV a.C. os indianos elaboraram teorias musicais. Na Grécia o alfabeto era utilizado para representar as notas musicais, que eram agrupadas em tetracordes, uma sucessão de quatro sons. O povo romano copiou as teorias musicais e as técnicas de execução da Grécia, mas criou alguns instrumentos como o trompete reto, que chamavam de tuba. Foi em Roma também, que surgiu o primeiro órgão de tubos, o hydraulis, onde o fluxo de ar constante em cada tubo era mantido por meio de uma pressão de água. No decorrer da história, chega-se ao século XX que marca a liberdade musical e o experimento de gêneros e formas que desafiaram os dogmas de períodos anteriores. A invenção e disseminação dos instrumentos musicais eletrônicos e do sintetizador revolucionaram a música popular e acelerou o desenvolvimento de novos gêneros musicais.

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: